Facebook

segunda-feira, 14 de maio de 2007

A Visita do PAPA ao Brasil.


Nesta última semana o nosso país recebeu a importante e oportuna visita do Papa Bento XVI. E não teria como passar desapercebido, pois, a TV, o rádio, os jornais, a internet, e praticamente todas as mídias informativas conhecidas nos deram um banho de informações sobre a estadia do Santo Padre no Brasil.
Hoje temos o primeiro Santo brasileiro e milhões de fiéis satisfeitos com a, se assim posso chamá-la, "extraordinária semana santa brasileira". A verdade é que a visita do Papa deixou milhões de pessoas completamente desinformadas sobre outros acontecimentos importantes no país. Afinal de contas, tivemos inúmeros debates ao longo da semana sobre as posturas polêmicas, da Igreja Católica e -por sua vez- do Papa, sobre aborto, uso de preservativos entre outras coisas. O que nada mais é do que "correr atrás do próprio rabo", pois, a Igreja jamais vai mudar a sua opinião sobre tais assuntos. Se por ventura a Igreja aprovasse o uso do preservativo ou o do aborto ela acabaria com o "fardo" do Pecado Original e junto com isso com a própria Igreja. Talvez eu devesse explicar melhor estas questões falando sobre a filosofia de Santo Agostinho e a simbiose platonismo-cristianismo, mas, isso tomaria muito tempo e o assunto que me traz aqui não é este.
No início desse texto chamei a visita do Papa além de importante de oportuna, pois, nossos parlamentares acabaram votando o aumento dos próprios salários em quase 30%, enquanto grande parte do país estava ocupada com a visita do Papa e a outra parte preocupada em criticar a ideologia católica com debates que, a meu ver, terminaram como começaram. E para deixar bem claro, a minha critica não vai para o Papa ou a Igreja Católica e sim para estes políticos que se aproveitam desse tipo de situação para beneficio próprio. E que Deus ajude o Brasil...

Um comentário:

marlonmedia disse...

É isso aí Daniel, concordo contigo. Tentaram, não sei se conseguiram, fazer da visita do Papa uma "causa nacional".
Como você mesmo disse, o importante acontecia nos bastidores, mais precisamente na Câmara dos Deputados. Mas, deixemos pra lá, o importante é que temos um Santo brasileiro! Não é mesmo?

A propósito, ficou ótima a imagem do Papa.
Abração.