Facebook

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Filosofia e Educação vs História

Antes tarde do que nunca...


Em uma histórica e filosoficamente educacional janta da qual fiz parte, por volta de meados 2008, firmei lá uma pequena promessa que para meu descrédito e vergonha ainda não cumpri.
Esta introdução, um tanto dantesca, que usei de “uma histórica e filosoficamente educacional janta” se dá por um motivo bem simples: Seus participantes; um mestrando de Filosofia – graduado em Teologia e Filosofia –, uma doutoranda em Educação – Mestre em Educação e graduada em Pedagogia – e por fim eu – quase historiador (mais para quase do que historiador na ocasião)– .
Bem, como é de se esperar de um tríplice encontro acadêmico destes a discussão estava em um nível de complexidade um tanto elevado. Para minha infelicidade o meu então nível acadêmico, completamente desprivilegiado em relação aos demais, não me dava condições de argumentações a altura. Porém, não me intimidei e segui firme em minha afirmação: A de que, em finais da década de 80, não havia em terras tupiniquins nenhum seriado na TV aberta com uma personagem chamada “Change Mermaid”. Pois é, não só havia como o nome era “Changeman” e a minha promessa era a de me retratar com eles publicando, aqui no blog, algo sobre a discussão.

Bom, está feito. Um grande abraço a estes queridos debatedores e um brinde a momentos como aquele.

Daniel Cunha

3 comentários:

Menina disse...

Pensei bem antes de comentar. Não explicar bem o porquê. Talvez seja por este blog ser tão arrumadinho, talvez seja pelo título.. Talvez nunca saberei.
O fato é que gostei. Gostei muito e tou seguindo!!

Beijitos!!

Daniel Cunha disse...

Muito obrigado e seja bem vinda.

Viviane Klaus disse...

Dani
Adorei!!! Afinal de contas encaro isto como uma homenagem a minha grande heroína da infância, a "Change Mermaid". E você que duvidou que ela existia!!!!!
Mil beijinhos, amado
Vivi