Facebook

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Cliente nosso de cada dia XIII

Entra um cliente com uma aparência de exterioridade, como se estivesse meio perdido, desorientando, talvez por ter tanto livro à sua volta. Aproxima-se do balcão e, surpreendentemente, mantém-se em silêncio.

O livreiro espera. Na ausência de qualquer reação por parte do cliente, não tem outro remédio senão fazer a pergunta de praxe:

- Bom dia, que livro deseja?

O cliente pensa, reflete demoradamente e, finalmente, responde.

- Um livro sobre aquilo que de fato me interessa.

- E, posso perguntar-lhe o que lhe interessa?

- Tudo.

Nenhum comentário: