Facebook

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Cliente nosso de cada dia XVII

Bruxismos a parte.

− Bom dia, meu bom senhor, por acaso teria algum livro sobre bruxismo*? Sabe é que a pobrezinha da minha mulher não consegue dormir por causa disso.
O livreiro de forma demasiada, ligeira e impertinente, imediatamente, pergunta:
− Qual é exatamente o “bruxo” que procura? É que temos vários. Ou seria algum livro do Paulo Coelho?
O cliente franzindo a testa, desconfiado com a resposta do livreiro, pergunta:
− Não sei bem se está entendendo o que estou procurando?
− Meu caro senhor, tivesse eu, todos os dias, perguntas tão fáceis como essa! Sei perfeitamente o que procura. Deixe-me adivinhar… a sua esposa sofre de um mau-olhado qualquer e o senhor gostaria de ajudá-la a resolver, certo?
− De fato, gostaria de ver o meu problema resolvido, mas já vi que não é aqui que o vou conseguir.
O livreiro, vendo o cliente sair por onde entrou, de mãos vazias, murmura para o colega que se encontra a seu lado:
− Olha só! Existem clientes estranhos, não é!(?)…

* Bruxismo: é um hábito parafuncional que leva o paciente a ranger os dentes de forma rítmica durante o sono ou, menos prejudicialmente, durante o dia.